NOTICIA

Weintraub quer

03/03/2020 08:56

Em conversa com seguidor nas redes sociais, ministro da Educação afirmou que livros de história do Brasil serão limpos "aos poucos".


No último sábado (29), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, respondeu a um seguidor nas redes sociais, que questionou sobre presença da história da China e do candomblé nos livros de história atuais, que “Temos que limpar aos poucos. Já vai melhorar bem. Próximo ano já deve estar quase tudo limpo”. A contratação dos livros é feita por triênio, terminando em 2020. 



A resposta causou polêmica na internet. “"Limpar"? Candomblé se tornou sujeira?”, disse um internauta, “Que absurdo... ministro, se houver possibilidade, entregue a pasta do ministério e, com isso, limpe dos nossos futuros livros de história esse período lamentável de nosso país onde as pessoas perderam o mínimo do bom senso e respeito entre si.”, indagou o outro, pedindo a demissão de Weintraub.

A declaração vai de acordo com as propostas do governo, já que em janeiro, o presidente Jair Bolsonaro já havia declarado que os livros didáticos “têm muita coisa escrita”, e que sua gestão pretendia suavizá-los. 


Proposta obriga testagem de professores para Covid-19 antes de retomada das aulas

14/07/2020 14:58

MEC quer ouvir alunos e professores do ensino superior sobre as substituições de aulas presenciais em tempos de Covid-19

14/07/2020 14:55

Ensino híbrido é tendência para a vida escolar no mundo pós-pandemia

14/07/2020 14:53

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.