NOTICIA

Senador propõe proibição do reajuste de mensalidades em 2021

24/09/2020 15:36

Em razão do impacto financeiro causado pela pandemia, o projeto de lei visa congelar reajuste em escolas e universidades particulares


O senador Rogério Carvalho (PT-SE) apresentou ao Senado, na última quinta-feira (17/9), o projeto de lei que propõe a proibição do reajuste do valor das mensalidades de escolas e faculdades particulares no próximo ano. A proposta prevê ainda que ficarão sujeitas à multa as instituições que descumprirem a norma.

O senador responsável pelo projeto argumenta, em nota divulgada pela Agência Senado, que, devido a pandemia, com a suspensão de atividades presenciais nas instituições de ensino particulares, muitas famílias tiveram a rendas reduzida. Mas, em contrapartida, a suspensão das aulas resultou em uma economia para as escolas e universidades particulares em recursos como água, energia, alimentação e manutenção.

A Associação de Pais e Alunos das Instituições de Ensino do Distrito Federal (Aspa-DF) se posicionou contra o aumento de mensalidades para o próximo ano por conta da redução de renda das famílias. Ana Paula Carreira, vice-presidente da associação, explica: “Desde o início da pandemia, a Aspa buscou diálogo para diminuir valores de mensalidades”.

Entretanto, de acordo com a vice-presidente da Aspa, a associação é contra a interferência do Estado em tal decisão. “Defendemos um maior uso da lei 9.870/1999 (a qual dispõe sobre o valor total das anuidades escolares e dá outras providências.) para que a negociação entre pais e alunos das escolas e faculdades particulares estejam livres para chegarem a um denominador comum.”, finaliza.

Assim como vários estudantes de universidades particulares, Rebeka Costa, 20 anos, cursa pedagogia e paga a faculdade com apoio do Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies). Ela, que custeia a faculdade por conta própria, concorda com o projeto pois nota um aumento exorbitante no valor de sua mensalidade a cada semestre. "Às vezes, o reajuste chega a ser um absurdo, ainda mais quando está na época de renovação de matrícula", afirma.

Ainda não há relator designado para o projeto. Por se tratar de matéria relacionada à pandemia de covid-19, pode, de acordo com decisão dos líderes e do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, ser deliberada diretamente pelo Plenário.


Foto: Ed Alves/CB/D.A Press

Fonte: Correio Braziliense 

Entenda como o coronavírus se move na sala de aula e o caminho da contaminação

20/10/2020 17:06

Projeto permite que trabalhador utilize recurso do FGTS para quitar dívidas com educação

20/10/2020 16:41

ENADE: Maioria dos estudantes avaliados é da rede privada

20/10/2020 16:11

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.