NOTICIA

Perito brasileiro é confirmado como árbitro do Pisa

19/11/2020 18:03

Presidente do Inep e representante do Brasil no Conselho Diretor do programa, Alexandre Lopes indicou Marcel Vieira para atuar na arbitragem da avaliação 

Indicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o brasileiro Marcel de Toledo Vieira foi confirmado, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), como árbitro de amostragem do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa). O presidente do Inep e representante do Brasil no Conselho Diretor do Pisa, Alexandre Lopes, indicou Vieira à função, por recomendação da Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb) do instituto. A indicação ocorreu após a OCDE solicitar a designação de especialistas nacionais para o papel de árbitro dos ciclos atual e futuro do programa de avaliação. É a primeira vez que o Brasil terá um especialista atuando como árbitro de amostragem no Pisa. 

O árbitro amostral desempenha a função de avaliar possíveis controvérsias que possam surgir em relação ao cumprimento dos padrões de amostragem do programa. Caso surjam problemas relacionados às amostras, o árbitro é prontamente requisitado para avaliar as evidências e analisar a implementação de etapas adicionais para julgar a amostra colhida durante o ano de pesquisa. O processo de arbitragem é um dos instrumentos que contribuem para a manutenção da qualidade e da comparabilidade dos dados do Pisa.  

Carreira – Marcel de Toledo Vieira é doutor, professor e pesquisador principal do Laboratório de Amostragem e Projeto Experimental do Departamento de Estatística e membro do Corpo Permanente do Programa de Pós-Graduação em Economia Aplicada, da Faculdade de Economia da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG). Vieira também é membro da Comissão de Amostragem do Inep. O brasileiro substituirá o Dr. Marc Christine, do Instituto Nacional de Estatística da França (INSEE). Christine exercia a função de árbitro amostral do Pisa desde 2006. 

Pisa – O Programa Internacional de Avaliação de Estudantes é um estudo comparativo internacional, realizado a cada três anos pela OCDE. O Pisa oferece informações sobre o desempenho dos estudantes na faixa etária dos 15 anos, idade em que se pressupõe o término da escolaridade básica obrigatória na maioria dos países. Desde sua primeira edição, em 2000, o número de Estados e economias participantes tem aumentado a cada ciclo. Na última edição, em 2018, as provas e questionários foram aplicados em mais de 80 países. Há uma coordenação nacional em cada nação participante. O Brasil participa do Pisa desde o início da avaliação, sendo o Inep o órgão responsável pelo planejamento e a operacionalização da avaliação no país. 

COVID-19 – Como reflexo das dificuldades enfrentadas em função da pandemia de COVID-19, os países-membros e associados da OCDE decidiram adiar a aplicação do Pisa 2021 para 2022 e do Pisa 2024 para 2025. O Pisa 2022 se concentrará em matemática, com uma avaliação adicional de Letramento Financeiro e um teste inédito de Pensamento Criativo. Os preparativos para a avaliação estão em andamento em todos os países participantes. 

Foto: Inep

Fonte: Inep

Efeitos da Portaria 1030/2020 sobre o planejamento 2021: visão jurídica

02/12/2020 14:56

Inovação é desafio para a Engenharia brasileira

02/12/2020 14:53

Ministério revoga portaria que obrigava volta das aulas presenciais em universidades em janeiro

02/12/2020 14:46

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.