NOTICIA

Ministério da Defesa e CAPES lançam o Pró-Defesa IV: Edital foi publicado nesta terça-feira, 10

10/07/2018 14:44


Ocorreu na manhã da última quinta-feira, 5, o lançamento da 4ª edição do edital do Programa de Apoio ao Ensino e à Pesquisa Científica e Tecnológica em Defesa Nacional (Pró-Defesa). O Edital foi publicado nesta terça-feira, 10, no Diário Oficial da União - DOU. A inciativa é uma parceria entre o Ministério da Defesa - MD, e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES, com o objetivo de incentivar a produção de pesquisas científicas e tecnológicas sobre defesa nacional e promover a formação de mestres e doutores.


O ministro da defesa, Joaquim Silva e Luna esteve presente na cerimônia e destacou como o estabelecimento de relações influencia na evolução da humanidade, pois é o que o programa proporciona aos participantes. De acordo com ele, desde a primeira edição, lançada em 2006, o Pró-Defesa já possibilitou a formação de 37 pós-doutores, 127 doutores e 223 mestres, além de produção acadêmica.



“O programa que possui importante parceria com o Ministério da Educação por meio da CAPES, buscou nesse relacionamento estabelecer ganhos para ambos, principalmente, com a nossa noção de defesa”, afirmou Silva e Luna. Ainda segundo ele, o MD desenvolve outras atividades com a CAPES e o MEC no âmbito científico, como a criação e o desenvolvimento do programa de Pós-Graduação das Escolas de Altos Estudos das Forças Armadas, a participação do MD no Conselho Nacional de Ciência de Tecnologia tem como propósito atuar na formação.


Além da implementação da Política Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico e a elaboração de políticas, ações estratégicas e regulamentação da legislação. Pvisa ao fomento e ao fortalecimento dos estudos de defesa do Brasil.


Parceria


Para o presidente da CAPES, Abílio Baeta Neves, “é uma satisfação lançar mais um edital após avaliações positivas com base nos resultados das edições anteriores. Na concessão de bolsas em diferentes níveis, ao apoio ao trabalho sobre temas dos mais diversos, referentes a defesa nacional desde as áreas das humanidade até as engenharias, tudo nos dá a certeza que é um programa estratégico tanto da perspectiva da CAPES tanto Ministério da Defesa”, declarou.