NOTICIA

Estudantes da UPF criam manifesto em defesa das universidades comunitárias

12/06/2020 16:42


Em meio a um período de muitos desafios e preocupados com a permanência dos estudantes nas Instituições de Ensino Superior, especialmente as universidades comunitárias, acadêmicos da Universidade de Passo Fundo (UPF) criaram, nesta semana, uma petição pública. Intitulada “Manifesto Estudantil: todos pelas universidades comunitárias”, a petição é direcionada ao Governo Federal e aos governadores dos Estados e assinada pelos diretórios acadêmicos da UPF e pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE). O manifesto reivindica respostas emergenciais dos governos estadual e federal para garantir que todos os estudantes tenham condições de permanecer em suas respectivas instituições.

Segundo os estudantes, as instituições de caráter comunitário têm em sua marca o compromisso com a comunidade a qual pertencem. E, mais do que nunca, estão promovendo inúmeras ações para combater a pandemia junto dos seus, realizando parcerias com prefeituras e entidades representativas. “Com base nesse incansável trabalho, ressaltamos a importância de conservá-las como instituições comunitárias. São elas que representam a oportunidade de acesso ao ensino superior”, diz o texto disponível no link.

Uma das responsáveis pela articulação do manifesto foi a estudante do curso de Pedagogia Stefani Iolanda de Lima, por meio do Diretório Acadêmico Santo Agostinho da Faculdade de Educação (Dasa/Faed) da UPF. “Observamos ser importante um terceiro viés neste processo difícil que estamos enfrentando, pensando na defesa da Educação Brasileira, justamente pelo fato de sermos uma Faculdade de Educação e estarmos sensibilizados nesse contexto de pandemia”, explicou a estudante. Segundo Stefani, os estudantes acreditam que a redução de mensalidades não é suficiente para a defesa e permanência dos acadêmicos em uma universidade. “A falta de posicionamento dos governos tem afetado a permanência dos acadêmicos, por isso cobramos ações por meio desse manifesto. Estamos empenhados e queremos pedir que possamos no unir, pois juntos somos mais fortes para que consigamos permanecer em nossas instituições de ensino e que não somente nós, mas que os próximos estudantes encontrem uma Universidade Comunitária fortalecida, para enfrentar qualquer situação”, disse.

Também acadêmica do curso de Pedagogia, Paula Oliveira contou que o manifesto surgiu da angústia coletiva com relação a permanência dos estudantes em seus cursos, diante do cenário que o país se encontra e que somente agravou a situação vivenciada pelas instituições comunitárias. “Diante dessas circunstâncias, buscamos apoio para que o governo federal tome medidas que venham suprir todas as necessidades, garantindo assim que as Universidades continuem cumprindo o seu papel social, intelectual, comunitário, com grandiosidade, dedicação e compromisso. Fortalecendo também o desenvolvimento regional”, pontuou.

Quer conhecer o manifesto e participar dessa iniciativa? Então acesse aqui

Fonte: Notícias UPF


Brasil só deve atingir meta para ensino superior em 2041

09/07/2020 17:16

Prouni vai ofecerer 167 mil bolsas no 2º semestre de 2020

09/07/2020 17:05

4º Webinar Horizontes da Educação: Retorno às atividades presenciais escolares e acadêmicas

09/07/2020 11:53

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.