NOTICIA

Senadores celebram participação do Brasil em pesquisa de vacina contra covid-19

05/06/2020 12:01

Iniciativa global liderada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para a produção de uma vacina já conta com a adesão de mais de 40 países


O anúncio da participação do Brasil no esforço global liderado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para a produção de uma vacina contra a covid-19 foi comemorado nesta quinta-feira (4) pelo presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE), Nelsinho Trad (PSD-MS).


Em postagem no Twitter, o presidente da CRE voltou a defender a entrada do Brasil no ACT Accelerator, iniciativa global gerida pela OMS para a produção da vacina contra o coronavírus, a qual já dispõe de US$ 8 bilhões para investir em pesquisa. O estudo conta com a participação de mais de 40 países, entre eles Alemanha, Japão e Canadá.


Nelsinho Trad testou positivo para covid-19 em março deste ano, após ter representado o Senado em viagem aos Estados Unidos com o presidente Jair Bolsonaro.


“O Brasil não ficará mais de fora do consórcio global, liderado pela OMS, para produção da vacina contra o Covid-19. Estou satisfeito com a decisão positiva do ministro Ernesto Araújo [das Relações Exteriores] tomada ontem em reunião ministerial, como eu havia divulgado semana passada. Avante!”, postou Nelsinho Trad na rede social.


O senador Álvaro Dias (Podemos-PR), por sua vez, destacou a atuação do Brasil em outra frente de pesquisa, referindo-se à participação do país nos testes com a potencial vacina contra a covid-19, desenvolvida pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, em parceria com uma empresa italiana de biotecnologia.


“A próxima fase de testes da vacina envolverá cerca de 5 mil voluntários saudáveis no Reino Unido, já selecionados, e a mesma quantidade em território brasileiro", postou Alvaro Dias no Twitter.


Na sessão remota de quarta-feira (3), a senadora Kátia Abreu (PP-TO) também destacou a realização dos testes a serem realizados com a vacina que vem sendo desenvolvida no Reino Unido.


— Está chegando ao Brasil a vacina, para ser testada, da covid-19. Ela foi descoberta pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, e o Brasil é o primeiro país do mundo, fora o Reino Unido, onde ela será testada. Mil voluntários no Rio de Janeiro, mil voluntários em São Paulo. A Anvisa [Agência Nacional de Vigilância Sanitária] já aprovou em ritmo de urgência na terça-feira, dia 2 de junho — afirmou a senadora.


Kátia Abreu destacou ainda que a articulação do experimento vem sendo feita pelo empresário Jorge Paulo Lemann, da Fundação Lemann, que, de acordo com a senadora, está financiando toda a infraestrutura médica e de equipamentos.


Foto: Bernardo Portella/Fiocruz Imagens

Fonte: Senadores celebram participação do Brasil em pesquisa de vacina contra covid-19 — Senado Notícias

Covid-19: vacina da Johnson & Johnson será testada no DF

21/09/2020 15:02

Abertas as inscrições para o Revalida 2020

21/09/2020 14:52

Covid-19: maioria dos estados segue sem aulas presenciais

21/09/2020 13:25

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.