CLIPPING

Rossieli Soares toma posse como novo ministro do MEC e garante dar continuidade a políticas em andamento

11/04/2018 16:33

O novo ministro da Educação, Rossieli Soares, foi empossado pelo presidente da República, Michel Temer, nesta terça-feira, 10, no Palácio do Planalto, em Brasília. Durante a cerimônia, o presidente destacou a experiência de Rossieli na área da educação e se mostrou confiante na continuidade das ações para garantir as melhorias na educação em todo o país.

Rossieli exerceu o cargo de secretário de Educação Básica do MEC desde maio de 2016, e atuou em importantes políticas públicas da educação básica, como a reformulação do ensino médio, implantada por lei sancionada em fevereiro de 2017, e a Base Nacional Comum Curricular da Educação Infantil e Ensino Fundamental, homologada em dezembro de 2017.

“Nossos votos de pleno êxito ao Rossieli Soares da Silva, um conhecedor da educação do Brasil e, sobretudo, um homem comprometido com a educação de qualidade, à altura do que merecem nossas crianças e jovens, à altura do potencial do Brasil”, ressaltou Michel Temer. “Não nos falta a convicção de que o Rossieli nos auxiliará a alcançar novas e importantes conquistas.”

O novo ministro foi secretário de Educação do Amazonas e Presidente do Conselho Estadual de Educação do Amazonas, de agosto de 2012 até maio de 2016. Também foi vice-presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais de Educação (Consed), entre 2015 e 2016.

Rossieli também atuou como secretário executivo de gestão da Secretaria de Educação do Amazonas, de 2011 a 2012, quando acumulou a função de diretor de infraestrutura. Ingressou na pasta como diretor de planejamento, cargo que ocupou de 2008 a 2010.

“O MEC é uma pasta fundamental para o Brasil. Se queremos pensar o futuro é preciso pensar a partir da educação, com uma educação de qualidade, começando pela educação básica, pela alfabetização das crianças dentro do primeiro, do segundo ano, para o Brasil e para todas as crianças das escolas públicas e privadas”, ressaltou Rossieli.


Ele observou que sua gestão será pautada pela continuidade das políticas em andamento. “O desafio é tão grande no Brasil, mas estamos caminhando, estamos indo no rumo certo. O ministro Mendonça já começou uma grande reforma na educação, com a BNCC, com a reforma do ensino médio, formação de professores, o Novo Fies. São muitas as agendas que estão em andamento e implementação e a nossa grande missão agora é continuar, garantir que todas essas políticas sejam muito bem implementadas e garantidas para o povo brasileiro.”

Durante a sua fala, o presidente Michel Temer também lembrou a atuação de Mendonça Filho à frente da pasta. “Na Educação o dia também é de despedida para o ministro Mendonça Filho, cujo legado nesta área importantíssima será sempre lembrado. Com a colaboração de Mendonça Filho instituímos a BNCC, reformamos o ensino médio, salvamos o Fies e começamos também – importantíssimo – a ampliação das vagas do ensino em tempo integral. Portanto, receba, prezado Mendonça Filho, o reconhecimento especial de todo o governo e de todo o Brasil.”

Experiência

Durante a gestão de Rossieli na Secretaria de Educação do Amazonas, o estado obteve o maior crescimento no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) entre as unidades da Federação. O estado saiu da 23ª posição, em 2012, para 11º lugar, em 2015. No comparativo da média geral entre 2012 e 2015, dos 27 estados, 13 cresceram e 14 diminuíram suas pontuações. O Amazonas teve o maior crescimento, saindo de 371,3, em 2012, para 394,7, em 2015 – crescimento de 23,3 na média geral.

A melhor nota dos estudantes do Amazonas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) também foi na gestão de Rossieli. O estado foi o que teve o maior crescimento no ensino médio entre as redes estaduais no Ideb 2015, saindo de 3,0, em 2013, para 3,5, em 2015. Amazonas e Pernambuco foram os dois únicos estados que cresceram em todos os níveis – anos iniciais e finais do ensino fundamental e no ensino médio – no Ideb 2015, também entre as redes estaduais.

Rossieli Soares tem 39 anos, e é natural de Santiago (RS). É advogado e mestre em gestão e avaliação educacional pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

Ministros

Durante a cerimônia, outros ministros também foram empossados pelo presidente Michel Temer. Para o Desenvolvimento Social o escolhido foi Alberto Beltrame; para a Fazenda, Eduardo Braga; no Planejamento, Esteves Colgnago; Minas e Energia, Moreira Franco; Esporte, Leandro Cruz Fróes da Silva; Turismo, Vinicius Lummertz; Integração Nacional, Antônio de Pádua de Deus. Também foram nomeados interinamente para Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Jorge; Direitos Humanos, Gustavo Rocha, e Trabalho, Helton Yomura.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social - MEC

Fotos: André Nery/MEC

Veja também

Seguridade aprova proposta que fixa jornada do psicólogo em 30 horas semanais

17/08/2018 16:14

CAPES ajusta processos de entrada e permanência de programas de pós-graduação

17/08/2018 15:27

PROUNI: Inscrições a bolsas remanescentes abrem na próxima segunda, 20

17/08/2018 15:24

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.