CLIPPING

Fronteiras da educação serão debatidas em audiência da Comissão Senado do Futuro

23/04/2018 11:25

A Comissão Senado do Futuro discutirá nesta segunda-feira (23) em audiência pública as fronteiras na educação brasileira, como parte do ciclo de debates intitulado 2022, o Brasil que queremos.  A discussão terá a participação de professores, que abordarão as perspectivas e desafios para a educação no Brasil. O tema é o quarto dos 12 sugeridos para a série a ser abordada pela comissão.

O ensino público e privado no Brasil, da educação básica ao ensino superior, é regulado pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB, Lei 9.394/1996). A legislação reforça o direito constitucional de acesso à educação e estabelece os deveres do Estado em relação ao ensino escolar público. Para além da regulamentação, o progresso no campo educacional está previsto nas metas e estratégias do Plano Nacional de Educação (PNE) para a política educacional até 2024.

Ações de reforço são definidas no planejamento, que atua em quatro frentes: educação básica de qualidade; redução das desigualdades e valorização da diversidade; avanços no ensino superior; e a valorização dos profissionais da educação. Os quatro pilares estão abordados em 20 metas. Uma das previsões do PNE, por exemplo, é elevar o número de matrículas na pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), de modo a atingir a titulação anual de 60 mil mestres e 25 mil doutores.

Participantes

Foram convidados para a audiência o professor José Pacheco, da Comunidade de Aprendizagem do Paranoá e fundador da Escola da Ponte, em Portugal; a professora Marcia Acioli, assessora do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc); o professor Fredric Michael Litto, presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed); e o professor Heitor Gurgulino de Souza, presidente da Academia Mundial de Artes e Ciências (WAAS, na sigla em inglês).

A audiência pública será na sala 15 da Ala Alexandre Costa, no Anexo 2 do Senado, a partir das 9h e terá caráter interativo, com possibilidade de participação popular pelo Portal e-Cidadania e pelo Alô Senado (0800-612211).

Fonte: Agência Senado

Foto: Isa Lima/Agência UnB

Veja também

Inep divulga CPC e IGC, indicadores de qualidade da educação superior

12/12/2019 08:56

Inep: 13% das instituições avaliadas em 2018 tiveram baixo desempenho

12/12/2019 08:44

Cursos a distância superam presenciais em nota máxima

12/12/2019 08:35

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.