CLIPPING

Comissão discute educação oferecida a estudantes com altas habilidades no Brasil

06/08/2018 14:24

Em 2014, estimava-se que existam 2,5 milhões de alunos com altas habilidades ou superdotação nos ensinos fundamental e médio


A Comissão de Educação da Câmara dos Deputados e a Frente Parlamentar Mista da Educação discutem nesta quarta-feira (8) os desafios para identificar os estudantes com altas habilidades no País e o direito desse público à educação especial.


Os superdotados têm raciocínio e aprendizagem rápidos, são curiosos, pesquisadores natos. Na infância, tendem a querer conviver mais com os adultos e podem ter problemas de interação social. Muitos apresentam baixo desempenho escolar por acharem as aulas desestimulantes e sem nenhum desafio. E em muitos casos, podem ser confundidos com problemas como dislexia, deficit de atenção ou outros transtornos de aprendizagem.


A doutora da Universidade Federal do Paraná Denise Maria de Matos Pereira Lima foi convidada para discutir o assunto. Ela é integrante do Conselho Brasileiro para Superdotação e atua no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Altas Habilidades/Superdotação.


O debate será realizado no plenário 10 a partir das 8 horas.


Fonte: Agência Câmara

Veja também

Comissão de Educação poderá ouvir ministros sobre metas para ensino e cultura

19/02/2019 09:53

Gravidez na adolescência é tema de parceria entre ministérios

19/02/2019 09:46

A vulnerável tabela de combinações infinitas

19/02/2019 09:35

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.