ASSOCIADAS

Prédios históricos do UNASP são tombados pelo Conpresp

11/07/2018 15:10

Uma instituição de ensino centenária preserva registros patrimoniais que são preciosos para a cultura e a história. Sua preservação é fundamental para a memória e história da região em que está. Fundada em 1915, a sede do Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP), localizada na Zona Sul da cidade de São Paulo e no território do bairro do Capão Redondo, teve seus primeiros edifícios inaugurados no início da década de 1920.


O Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo (Conpresp), analisou o requerimento feito por iniciativa de um ex-aluno em 2012, e considerou a influência do espaço na urbanização do bairro da zona sul paulistana e também a representatividade e importância da instituição como polo indutor de urbanização do bairro no século 20. A decisão do Conpresp foi unânime e foi publicada no Diário Oficial na sexta-feira, dia 29 de junho de 2018.


A ata da decisão ressaltou que além das razões históricas e culturais “também justifica a preservação da área, este modelo de instituição de assistência social em regime de internato integral, cuja estrutura e formatação de congregar as áreas de habitação, de estudos, de produção e de socialização em um mesmo local que foi adotada e muito utilizada no século passado, como forma de integrar a preparar jovens e adolescentes para o cotidiano da vida”.


O ato de tombamento se trata de uma ação administrativa realizado pelo Poder Público e tem o objetivo de preservar, por meio de legislação específica, bens de valor histórico, cultural, arquitetônico, ambiental e também de valor afetivo para a população. O que impede que tais bens venham a ser destruídos ou descaracterizados.


Não são todos os espaços e áreas do campus que estão incluídos neste tombamento, mas aqueles prédios que são mais antigos e não sofreram alterações significativas em sua arquitetura original. O UNASP campus São Paulo está comprometido com a preservação e manutenção desses espaços que são de sua propriedade exclusiva e reconhece que seu valor ultrapassa o aspecto institucional privado e possui significado para a cultura e história da comunidade, da cidade e do país.


O tombamento dos edifícios não interfere nas aulas nem na utilização dos espaços que continuam com suas atividades normalmente. O tombamento contribui para que a instituição continue a realizar suas atividades em prol da comunidade onde está inserida.

Educação Superior: Provas do Revalida 2017 serão aplicadas neste fim de semana

16/11/2018 17:04

MPF abre procedimento para evitar ações arbitrárias contra professores

16/11/2018 16:58

Ministério da Ciência quer discutir em separado a ideia de programa para fomento à pesquisa e à inovação

16/11/2018 16:52

INSCREVA-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Artigos, notícias e informativos sobre legislação da área da educação



CONTATO

SEPN 516 Norte, Bloco D, Lote 9,

Edifício Via Universitas, 4° andar

CEP 70.770-524 - Brasília - DF

Entrada pela via W2

(61) 3349.3300

(61) 3347.4951

(61) 3030.2200

(61) 9.9370.3311

abruc@abruc.org.br

REDES SOCIAIS

COPYRIGHT © 2018 ABRUC. A ABRUC não é responsável pelo conteúdo de sites externos.